logo aprende brasil carregando

Blog

  • Compartilhe:
Notícias
31 de julho de 2019

O protagonismo como ferramenta de ensino nas escolas

Entenda como o desenvolvimento do protagonismo pode ajudar a formar estudantes mais autônomos e responsáveis

O protagonismo é importante para que o estudante passe a ser parceiro, e não opositor, no processo de aprendizagem. A competência também ajuda o aluno a compreender sua responsabilidade na sociedade e seu papel dentro do aprender, além de ensinar sobre autonomia. É possível desenvolver o protagonismo por meio do incentivo à comunicação ativa e da participação na gestão da escola.

Essa é uma das competências incentivadas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Esse conjunto de orientações define o protagonismo como uma ferramenta que ajuda os estudantes a se entender como sujeitos de transformação da sociedade e da própria vida. É proposto que eles se desenvolvam como sujeitos que dão suporte à coletividade. Dessa forma, atitudes e ações devem ser tomadas em conjunto, com base em debates que buscam a resolução de problemas e desafios comuns.

Afinal, como estimular o protagonismo na escola? Atividades desenvolvidas em sala de aula e dentro da instituição podem ajudar a desenvolver a competência. Veja só!

Rodas de Conversa

Estimular a comunicação em grupo em torno de um tema de interesse comum dos alunos ajuda a desenvolver senso crítico e os incentiva a falar sobre seus desejos, vivências e opiniões. Os debates podem acontecer com temas como os problemas sociais comuns à vida dos alunos (organização do tempo de estudos, esportes, férias…) e o professor pode conduzir a conversa para a busca de soluções.

Assembleias

Reuniões e grupos de estudo são uma oportunidade para a compreensão de problemas maiores. Normalmente, são perfeitos para estimular a busca de soluções coletivas e que afetam a instituição e a sociedade por inteiro. É possível propor esses encontros para que os alunos ajudem na tomada de decisões e sintam que a opinião individual é importante nos resultados coletivos.

Comunicação

Criar um projeto de imprensa jovem, com o incentivo à criação de programas em audiovisual, rádio, jornal impresso e redes sociais, pode ajudar na compreensão de mundo dos estudantes. A partir desse contato com as notícias e com outras realidades, eles podem desenvolver um olhar mais profundo sobre o mundo e começar a compreender os impactos sociais de suas ações.