logo aprende brasil carregando

Blog

  • Compartilhe:
Notícias
11 de julho de 2019

Como ajudar a desenvolver a autonomia na infância

Confira cinco dicas para ajudar a desenvolver a autonomia em crianças e adolescentes

A autonomia refere-se às características relacionadas ao poder de autossuficiência e independência. Ela é fundamental para o desenvolvimento do indivíduo, e quando incentivada nas crianças tem impacto significativo a longo prazo, ajudando a desenvolver memória, raciocínio, capacidade de resolução de problemas, flexibilidade de tarefas, planejamento e execução de atividades.

O desenvolvimento dessa competência tem também papel fundamental na construção da identidade da criança, possibilitando a resolução de conflitos de maneira mais assertiva e ajudando no desenvolvimento da consciência moral. Sabendo disso, listamos neste post algumas sugestões de atividades que incentivam a autonomia dentro da sala de aula.

1. Proporcione escolhas

Ao invés de propor leituras, deixe, por exemplo, que os alunos escolham o que será lido. Essa atitude faz com que o aluno se sinta mais participativo e compreenda que é um modificador do ambiente escolar. Fazer isso também fornece uma  base para a compreensão da cidadania nos próximos níveis de ensino.

2. Incentive o auxílio ao próximo

A autonomia está ligada ao desenvolvimento da consciência moral. Por esse motivo, ao encorajar o auxílio aos colegas, é possível ajudar a criança a desenvolver a empatia e a confiança em si e no outro.

3. Motive os interesses do aluno

Alguns alunos podem demonstrar aptidão para atividades que se desenvolvem em sala de aula desde as séries iniciais, como, por exemplo, a leitura, a escrita e o desenho. Motivar esses interesses e ajudar as crianças a desenvolvê-los fora da sala de aula ajuda na autonomia, tornando o aluno responsável por suas ações e desenvolvimento.

4. Estimule a percepção dos sentimentos

Compreender os sentimentos é o primeiro passo para desenvolver autonomia emocional. Induzir a criança a entender e nomear seus sentimentos pode ser uma atitude que não causa impactos a curto prazo, mas possibilita uma compreensão maior da complexidade emocional da adolescência.

5. Incentive conversas em grupo

As interações em grupo ajudam a desenvolver a comunicação e criam repertório comum. Essa atividade pode ajudar também no desenvolvimento de confiança,  personalidade e posicionamento.