logo aprende brasil carregando

Blog

  • Compartilhe:
Notícias
26 de julho de 2019

A importância da Arte e da Iconografia para o aprendizado

Saiba mais sobre o processo de construção de mapas, fotos e ilustrações que enriquecem o material do Sistema de Ensino Aprende Brasil

Já imaginou abrir um livro didático e não encontrar nele fotos, mapas ou ilustrações? Pois é, as imagens de um material são tão importantes quanto o restante de seu conteúdo. Elas carregam informações e complementam o texto, auxiliando na aprendizagem e no desenvolvimento de competências como a capacidade de interpretação, o pensamento crítico e a alfabetização cartográfica, por exemplo, além de deixar tudo mais encantador para alunos e professores.

“A ilustração nunca é meramente ilustrativa; no material didático, ela é conteúdo”, explica Cláudio Godoy, gerente de produção editorial do Aprende Brasil. Ele ressalta que, por conta dessa responsabilidade, o processo de diagramação e criação das artes que compõem os livros didáticos precisa ser minucioso.

Para se ter ideia, o setor de Arte e Iconografia do Aprende Brasil conta com uma equipe de cerca de setenta profissionais e leva até dois anos para finalizar cada coleção do sistema de ensino. Todo esse tempo é justificado por um dos grandes diferenciais do sistema: trazer a arte para dentro das páginas dos livros.

Isso quer dizer que, além das artes digitais e manuais (pintadas ou desenhadas no papel), os livros do sistema utilizam diversas outras técnicas e materiais, como o quilling (desenhos feitos de papéis, fitas de cetim, etc.), o amigurumi (técnica japonesa para criação de bonecos de crochê ou tricô) e a massinha de modelar. Os personagens são construídos por artistas contratados e depois são fotografados, digitalizados e inseridos nos livros didáticos.

Antes: ilustração feita com massinha de modelar.

Depois: ilustração digitalizada no livro didático.

“Dá muito trabalho fazer dessa forma, mas o resultado é recompensador, pois traz encantamento”, justifica Cláudio. Segundo ele, gerar esse encanto é indispensável, pois “hoje o material impresso bate de frente com todo o recurso digital que a criança tem, que traz movimento, luz, cor”.

Um outro ponto importante para a construção dos personagens e das ilustrações é a diversidade. Há uma grande preocupação em representar as diferentes culturas das regiões do país, bem como em incluir personagens com deficiência e de todas as etnias. “Isso é importante para os estudantes se reconhecerem no material didático”, ressalta Cláudio. Um material que representa os alunos e dialoga com suas realidades se torna muito mais atrativo, contribuindo para que a aprendizagem seja ainda mais significativa.